sexta-feira, 13 de março de 2009

Da leitora Teresa Teixeira da Motta

Caro António Lobo Antunes,

Tenho nas minhas mãos o número de Fevereiro da revista “O” da Oprah Winfrey e na página 140, na secção Reading Room, há uma referência ao seu livro de crónicas “The Fat Man and Infinity” que ela considera que vai conquistar para si a devoção dos leitores americanos. Ainda bem, se considerarmos que uma recomendação da Oprah vai centuplicar, ou mais, o seu público na América. Fico contente pelo prazer imenso que os seus livros vão poder dar a tanta gente, tal como me deram a mim. O meu maior desgosto foi que você não tivesse por si uma Pilar del Río na altura do Nobel. A sua maneira de escrever é como uma orquestra em que todas as vozes se conjugam dum modo magistral, fortíssimo, para criar uma sinfonia em que tudo finalmente faz sentido. Fantástico, genial. Quando chega a Feira do Livro compro imensos livros seus para dar de presente. Já devo ter dado “O Esplendor de Portugal” a todos os meus amigos! Que tudo lhe corra bem, António, é o que lhe deseja a sua fã nº1 (dos milhões que tem).


Teresa Teixeira da Motta
e-mail de 13.03.2009

Sem comentários: