sábado, 15 de outubro de 2011

ALA tema de capa no "Atual", suplemento do Expresso desta semana

O tema de capa do "Atual" (a minha vontade é escrever Actual, mas como se trata do nome do suplemento, escrevo sem o 'c', muito embora, antes da aplicação do AO90, denominava-se Actual e não Atual... mas, prossigamos!), refere que é sobre António Lobo Antunes, porém trata-se tão só de cinco críticos que se debruçam sobre Comissão das Lágrimas, o livro recentemente publicado: Ana Cristina Leonardo, António Guerreiro, Clara Ferreira Alves, José Mário Silva e Pedro Mexia (os links em dois destes nomes remete para críticas a livros anteriores, disponíveis no nosso site, sob autorização dos autores). Abre assim na página 8:

«Vozes Sobre Vozes

Em "Comissão das Lágrimas", António Lobo Antunes volta a oferecer aos seus leitores um romance fragmentário, denso e exigente. Replicando a natureza polifónica do livro, convocámos cinco críticos, que não afinam todos pelo mesmo diapasão».

Comentários destacados do interior:

«Embora parta da trágica purga no MPLA, em 1977, Lobo Antunes interessa-se mais pelo sofrimento das suas personagens

«Lobo Antunes sabe do que está a falar e quem está a falar, os leitores não. O escritor deixa os leitores à porta

«A voragem das vozes e a disseminação da culpa dá uma inesperada consistência narrativa à fragmentação deste romance, mas o "tema" Angola 77 é um pouco desperdiçado

«À semelhança de outros romances recentes de Lobo Antunes, "Comissão das Lágrimas" exige a decifração de uma "partitura literária"».

O tema de capa abre com a crítica de José Mário Silva, sem título (embora as "gordas" possam servir - "Não há nada"), seguindo-se a de Ana Cristina Leonardo, "Jogo de Espelhos"; a de Clara Ferreira Alves, "E o livro presta?"; a de António Guerreiro, "Quem falou em polifonia?" e, por fim, a de Pedro Mexia, "Com os carimbos todos". A ler, na edição desta semana do Expresso, suplemento A(c)tual.


Sem comentários: